Boa o suficiente

 

Eu escuto tuas palavras sujas

Calo-me e me resguardo

Tu me assusta cada vez que aumenta o sarcasmo

Ninguém é capaz de descrever a raiva que se esvai de ti

Me atinge certeira no peito

E me afasta cada vez mais

Tu não enxerga, não sente

Um terço do que eu vivi

Reclama que eu pareço longe demais

Mas exige esforço de mim

Não adianta me cobrar trabalho,nem atenção

Nunca fui boa com nenhum dos dois

Não fui boa o suficiente pra ti

Mas sou pra mim.

Anúncios