Amor-próprio

É saber que cada um de nós tem um jardim florido e autossuficiente dentro de si. É respeitar o nosso temp(L)o individual.É tratar a nós mesmos como gostaríamos (deveríamos) de ser tratados pelos outros.

Amor-próprio é sair quando não é bem-vindo e não abaixar a cabeça no caminho para a porta. É olhar na cara do inimigo e dizer que não tem medo das ameaças. É se fortalecer em primeiro lugar pra depois enfrentar o mundo.

Não confunda amor-próprio com egoísmo, se amar acima de tudo e todos não significa que não se ama mais ninguém, tem espaço o suficiente dentro de um coração saudável, mas pra isso ser possível é necessário cuidar da casa e tirar tudo o que ocupa espaço demais pra depois se encher de bondade.

Amar a si mesmo é saber que você não depende de ninguém, além de você pra ser feliz. É preservar sua integridade e alimentar a autoestima.

Anúncios

Our song

Clique aqui para ouvir um cover de I need you enquanto lê este texto.

Eu ainda ouço as teclas do piano

Você lembra disto?

Eu adormeci tantas vezes ouvindo você tocar;

A nossa música

agora é trilha de outros tantos casais.

Nós crescemos.

Deveríamos assumir os erros que vêm no pacote.

Não posso suportar que a tua presença ainda faz tanta falta.

Tem como me mandar ao menos àquela última gravação que fizemos?

É que mesmo tendo passado tanto tempo,

eu não consigo me acostumar em ouvir ela em outras vozes.

Aquela melodia era tudo o que tínhamos

e agora se resume em algumas palavras profanadas,

sendo pronunciadas em tantas línguas que eu nem conheço.

Eu só te peço pra me confortar uma última vez,

me deixe saber que apesar de tudo ainda somos únicos.

Porque eu não quero voltar pra casa sem a certeza do que eu sou pra você;

Aquela música ainda diz o que você tinha medo de dizer?

“Eu amo você”

Clara Webler