Just a note

Na realidade mais profunda, além do espaço e do tempo,
talvez sejamos, todos, membros de um só corpo.

Sir Jamos Jeans

Anúncios

Ismael (1992)

Ismael de Daniel Quinn, conhecido como um romance sobre a condição humana, nos apresenta um olhar diferenciado para a mitologia e seus efeitos na ética. Utilizando o método socrático, onde por meio do diálogo um professor direciona seu aluno a um processo de reflexão e descoberta dos próprios valores, o gorila telepata Ismael, orienta o narrador-personagem, um homem que buscava um professor durante a juventude e o encontra justamente no primata, em um caminho de reflexão filosófica.

Ismael (1992) – Daniel Quinn

749635_580O livro parte da leitura de um anúncio de jornal feito por um professor, que ansiava receber um aluno com desejo de salvar o mundo. O narrador, que durante sua adolescência revolucionária, buscou justamente um professor que lhe orientasse, decide ir ao encontro do anunciante.

Ao chegar ao endereço e descobrir que seu professor era na verdade um gorila que podia se comunicar telepaticamente, o narrador fica perplexo, entretanto ao ouvir a história de como o gorila chegou até ali resolve tê-lo como mestre.

Ismael provoca o seu aluno desde o princípio em diversos temáticas, começando pelo questionamento de como o mundo veio a ser o que é, passando por, como os homens chegaram ao último degrau da evolução, as leis imutáveis que regem o universo e a origem da gradativa destruição  do mundo atual.

De maneira curiosa o livro é capaz de nos levar a uma reflexão, juntamente com o narrador e sentimos como se fossemos parte da história, eu quase poderia descrever a vocês o primeiro endereço do gorila, o cheiro de Ismael impregnado no ambiente fechado, os cartazes na parede, tamanho o detalhismo das descrições do autor.

As ideias abordadas praticamente lhe dão tapas na cara durante a leitura, por conta da complexidade das reflexões, que apesar de sérias são escritas de forma simples e de fácil entendimento, normalmente utilizando trechos da bíblia para melhor compreensão. É uma daquelas obras que clamam ser divulgadas, retrata de forma incrível os erros da humanidade desde o princípio de sua criação até a atualidade, fazendo com que adquiramos uma nova visão de nós mesmos.

“Não há nada fundamentalmente errado com as pessoas. Se tiverem uma história para encenar que as deixe de acordo com o mundo, viverão de acordo com o mundo. Mas, se tiverem uma história para encenar que as deixe em desacordo com o mundo, como é o seu caso, viverão em desacordo com o mundo. Se tiverem uma história para encenar em que sejam os senhores do mundo, irão agir como os senhores do mundo. Se tiverem uma história para encenar em que o mundo seja o inimigo a ser conquistado, irão conquistá-lo como a um inimigo. Inevitavelmente, um dia o inimigo estará sangrando até a morte a seus pés, como o mundo está agora.”

Compre Ismael aqui ou aqui.