Equação fracassada

Ela não era flor que se cheire, mas foi a única menina que eu verdadeiramente amei, talvez por ter sido a primeira, não sei. Mas a paixão me atingiu de uma maneira que nem se quisesse conseguiria explicar. Erámos amigas antes de tudo, nos tornamos amantes, depois veio o nada e hoje eu lido com algumas migalhas dela. Temos algo bem próximo da amizade, contudo ainda vejo a parede de pedras que se ergueu em nosso meio, depois de tudo nunca mais fomos as mesmas.

Ela tá namorando, quando eu soube disso senti um misto de felicidade, pela minha parte que ainda era sua amiga, mas uma tristeza imensa por saber que poderia ser eu, se eu tivesse tido coragem. Ainda tinha uma parte de mim que a antiga garota apaixonada comandava. Eu queria realmente poder imaginar como teria sido caso eu a tivesse convidado para passar um final de semana na minha casa do campo, ou se tivesse simplesmente levado uma rosa quando fui buscá-la na escola, mas eu não consigo, prefiro admitir de uma vez por todas que realmente não era pra ter acontecido.

As vezes eu me culpo por fantasiar tanto o que nós tivemos, acho que faço isso porque ela era um misto de todas as sensações que a paixão provoca. Era tudo mais suave e tão intenso, tudo tão diferente e frustrantemente igual a tantas outras histórias de adolescência. Nós nos entendíamos, mas não nos compreendíamos ao todo, brigávamos por motivos bobos, mas acabavámos juntas no final. Até chegarmos ao nosso limite de idas e voltas.

Erámos uma equação fadada ao fracasso, e ainda por cima, ela cismava em adicionar mais pessoas onde eu pensava que só cabíamos nós duas. Foi bom enquanto durou e durou enquanto estava sendo bom. Eu gostei dela, não a amei como disse, e ela disse gostar de mim, mas confundiu as coisas, talvez eu tenha o feito também, mas ao menos tenho a coragem de dizer que tudo teria dado certo se tivessemos nos contentado apenas como amigas sem somar benefícios.

Anúncios

Publicado por

Webler

Queria viver leve; amar leve; respirar leve; escrever leve; mas a vida me fez assim, pedra bruta.

Um comentário sobre “Equação fracassada”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s