Encantos

A vida tem seus encantos, o gargalhar no parque, o balançar dos galhos, o sorriso de gratidão, um abraço com saudades. Eu tenho meus encantos, as maçãs do rosto vermelhas, quentes, o peito que sobe e desce, vivendo, as mãos que batucam na mesa, a ansiedade, os pés que impulsionam o balanço, liberdade, eu tenho meus detalhes, repare.

Hoje estou dentro de mim, de verdade. Sinto cada músculo e cada respirar falho, o calor agradável da manhã pelo vidro do carro, o ricochetear dos cabelos tingidos, me sinto, eu sou.

Eu sou o universo numa caixa pequena, me moldo e me refaço, aprendo e repasso. Sou daqui, sou do mundo, sou além de tudo um poema torto escrito no momento exato.

Anúncios

Publicado por

Webler

Queria viver leve; amar leve; respirar leve; escrever leve; mas a vida me fez assim, pedra bruta.

2 comentários em “Encantos”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s